Postado em 06 de Julho às 09h53

Riscos da pressão alta em pets

A hipertensão arterial sistêmica, mais conhecida como pressão alta, é uma enfermidade silenciosa que também acomete cães e gatos, que pode ser provocada por várias doenças e apresenta graves riscos para a saúde do bichinho.

Em pets, a pressão alta geralmente é secundária a alguma afecção sistêmica, sendo comum estar mais relacionada a doenças renais crônicas, hiperadrenocorticismo, hipertiroidismo e diabetes mellitus, e pode provocar lesões em outros órgãos como cérebro, rins, coração e olhos.

Por isso, a avaliação periódica, realizada por meio da mensuração da pressão arterial, é muito importante para o diagnóstico de doenças renais, endócrinas e cardíacas, além de ser fundamental durante toda monitoração anestésica. O indicado é que esta avaliação seja feita anualmente em animais com mais de 5 anos de idade e, a cada 4 meses, em animais acima dos 8 anos de idade.

Com o diagnóstico precoce da hipertensão, o médico veterinário investiga a causa para poder iniciar o tratamento juntamente com o da doença primária. Existem vários tipos de medicações diferentes para diferentes casos, por isso é indispensável que o tratamento seja acompanhado desde o início para garantir que o medicamento correto esteja sendo utilizado.

Veja também

Latido em excesso: como ajudar o cão02/04/20 O seu cachorro anda latindo demais? Você sabia que isso pode acontecer por vários motivos? Isso mesmo! O latido do pet é o principal meio de ele expressar o que quer ou o que sente, por isso é preciso ficar sempre atento, pois o excesso pode ser prejudicial. Treinamento Muitos cães latem só para chamar a atenção de todos, por isso, a melhor forma de......

Voltar para Blog