Postado em 09 de Agosto às 07h48

Cães e gatos também precisam de cuidados no inverno.

Algumas pessoas ainda acham que, por terem pelos, os animais de estimação não sofrem com o frio. Engano dos tutores: o inverno afeta o dia a dia dos pets e também pode agravar doenças preexistentes.
Se o seu pet costuma apresentar dores nos ossos ou nas articulações, é necessário redobrar os cuidados: o frio afeta diretamente cães e gatos idosos. Animais cardiopatas também merecem atenção redobrada na estação gelada. Além disso, qualquer cão e gato, jovem ou velho, pode ter problemas respiratórios por conta das temperaturas muito baixas.
É comum confundir os sinais de que o seu pet está incomodado com o frio - muitos tutores acham que se trata de meros espirros ou até engasgamento, um "osso" que não quer sair da garganta. Assim como ocorre com os humanos, sinais respiratórios nos pets podem aparecer e desaparecer em questão de dias sem causar maiores transtornos. Contudo, deve-se estar atento à fragilidade não apenas do aparelho respiratório dos mamíferos em dias frio, mas também dos ossos e articulações.
O frio também pode ressecar mucosas, desidratar o animal e consumir toda a energia dele para tentar manter a temperatura corporal em níveis mais adequados à manutenção do sistema. Por isso, é importante protegê-los tanto dos choques térmicos quanto da exposição prolongada ao frio. Os animais mais jovens ainda não têm uma boa camada de gordura para passarem pelo inverno e, por conta disso, também podem ter a saúde afetada na estação. Logo, achar que bicho peludo não passa frio é mito! Cães e gatos precisam de proteção no inverno. Saiba como proteger seu mascote:
- Dê abrigo ao seu melhor amigo, caso ele fique em quintais ou áreas externas;
- Se ele gostar, utilize roupinhas para aquece-los;
- Utilize cobertores;
- Evite passeios nas ruas;
- Cuidado especial aos pets mais idosos;
- Verifique a possibilidade de tomar a vacina da gripe.

Entre em contato conosco e tire suas dúvidas @ciavetchapeco

Veja também

Lista de alimento que não devem ser ofertados para os pets no natal18/12/20 Para muitos, a ceia de Natal é o momento mais esperado das comemorações de fim de ano. Além da companhia especial, mesas fartas e variadas marcam a data, o que exige muito cuidado do tutor para que os animais de companhia não consumam determinados alimentos, como as uvas e passas. As uvas são frutas amplamente consumidas nas festas de fim de ano, in natura ou em passas.......

Voltar para Blog