Postado em 02 de Abril às 09h31

Como evitar que meu gato fuja

Gatos (8)Dicas e Cuidados (16)

Especialmente à noite, os gatos gostam de fazer excursões fora de casa por diferentes motivos, pode ser o instinto de caça ou busca de felinos do outro sexo. Estas saídas podem ser perigosas para nosso animal, por isso, neste artigo damos resposta à pergunta como evitar que meu gato fuja.

Castração
Muitos dos gatos que escapam e fogem de seu lar fazem-no para manter encontros sexuais com outros gatos, por isso, a castração pode ser uma ação que ajudará para que o nosso mascote esteja mais tranquilo e não sinta o impulso de sair a procura de outros felinos. Além disso, com a castração o comportamento geral do animal será estabilizado.

Brinquedos
O instinto caçador, muito forte nos felinos, é outra das grandes causas dos gatos escaparem de suas casas. Uma boa medida para tentar neutralizar esta necessidade de nosso mascote é comprar brinquedos que representem ratos ou outros animais. Nas lojas de animais você pode encontrar representações muito reais que podem ajudar nosso felino a criar cenas de caça.

Um colega
Se temos possibilidades, de ter outro gato em casa com o qual nossa mascote se sinta acompanhado, isso pode muito bom para evitar que ele fuja de casa. Ainda que precisará de um processo para se adaptar a um novo inquilino, a qualidade de vida de nosso mascote melhorará com um colega de sua espécie e sua vontade de sair à noite a procura de companhia reduzirá.

Fechar as saídas
Ainda que esta medida talvez não seja a mais adequada, já que não reduziremos a necessidade de nosso gato de fugir, mas simplesmente o impediremos, é tentar tampar todos os orifícios para ele não escapar, levando em conta a agilidade que têm por natureza os felinos.

Fonte: http://animais.umcomo.com.br/

Veja também

Como resolver o problema da queda de pêlos?02/04 Cães e gatos podem apresentar perda de pêlos de forma fisiológica ou como conseqüência das dermatopatias (fungos, bactérias, deficiências nutricionais e disfunções endócrinas que acometem a pele e os pêlos). No caso da fisiológica, a queda de pêlos ocorre naturalmente, algumas vezes durante o ano, sem provocar falhas no pelame ou......
Leishmaniose canina02/04 A Leishmaniose Visceral Canina é uma doença infecciosa grave provocada pelo parasita Leishmania chagasi, que é transmitido apenas através da picada de um mosquito infectado. A doença pode demorar até meses para se......

Voltar para Blog